Suicídio Político, SIM! Contrários ao Impeachment ou Sócios da Corrupção?


Como todos sabem, o brasileiro tem memória curta quando o assunto é política, mas há uma nova consciência em andamento nos últimos anos surgindo nesse país, graças ao desenvolvimento da informação através da internet, especialmente das redes sociais. Aliás, diga-se de passagem, esse é um fenômeno mundial que já depôs vários governos, revolucionando a visão de mundo de povos outrora mergulhados em regimes totalitários, desenhando na história o processo hoje conhecido como "Primavera Árabe". 


No Brasil o efeito desse "boom" de acessibilidade está atingindo seu ápice com o processo de impeachment de Dilma Rousseff, resultado indiscutivelmente influenciado pela articulação popular, via internet, duma adesão política proporcionalmente muito maior do que a de 1992.

Certamente este cenário onde as informações são expostas e compartilhadas mundialmente em fração de segundos, prolongará, e muito,  a memória política do brasileiro, fazendo com que não esqueça dos políticos que hoje atuam CONTRA o Brasil, em favor da corrupção, cerceamento de direitos (expressão, opinião, crenças), banalização das instituições (especialmente o judiciário), posicionando-se ao lado de governos marcados por denúncias de crimes e alianças com regimes totalitários.  

Sem dúvida alguma o SUICÍDIO POLÍTICO é real, porque PT está virando sinônimo de corrupção, sempre que o nome de um representante da legenda é anunciado em MAIS UM esquema criminoso. Sempre que seu "chefe" máximo, o Lula, berra contra a legitimidade e competência já reconhecida da operação anticorrupção mais conceituada na história do Brasil, a Lava Jato, por ser ele suspeito de ser o principal articulador dos crimes praticados por seu partido e aliados. 

Os que foram contrários ao impeachment e, portanto, cúmplices do PT na votação ocorrida em 11/04/2016, são esses abaixo:

Na imagem temos um pequeno exemplo de como a memória política do brasileiro está ficando longa, com o auxílio de recursos digitais, compartilhados sempre que necessários por uma rede que sempre manifestará posição em favor do que acredita, a exemplo deste blog

Por essa razão, reitero por convicção em face aos inúmeros indícios apontados pelas investigações, primeiramente do Tribunal de Contas da União e em segundo pela Operação Lava Jato, contextualizando então um cenário político de absurda corrupção do governo petista, que os políticos acima que votaram contra o impeachment foram os primeiros a cometer suicídio político, pois se tornaram SÓCIOS DA CORRUPÇÃO!

Esses nomes e outros serão lembrados assiduamente nas eleições dos próximos anos, especialmente quando tivermos um Brasil economicamente estabilizado, enxergando os fatos de hoje como um passado triste, vergonhoso, mas SUPERADO em nossa história.


COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima