08 Erros mais Comuns de Motoristas no Trânsito!


Voltando a escrever depois de passado a ressaca das eleições, recomeço com um texto de utilidade pública curto e bem light. O assunto diz respeito a todos nós, por isso acredito que será importante a sua leitura e reflexão. É uma pequena contribuição para os amigos motoristas. Pegue um cafezinho e boa leitura! 
 
Quem pega trânsito todos os dias sabe que encontrar motoristas ruins não é surpresa alguma. Se livrar de um acidente é quase rotina para muitos, e eu sou um deles. Pensando nisso, resolvi escrever um texto especificando os 08 erros mais comuns de quem dirige no trânsito, esperando que sirva de lição para quem dirige errado e possa reduzir os riscos de cometer acidentes. Vejamos:

01 - Não compre sua habilitação (rsrs)! - Apesar de ser crime, muitos ainda recorrem a maracutaias na intenção de burlar a burocracia do sistema, tentando antecipar sua habilitação para dirigir. Porém, estar habilitado não é apenas uma questão "legal" perante o código de trânsito, mas principalmente de saber conduzir o veículo corretamente, respeitando as leis de trânsito. Sendo assim, frequentar uma autoescola é parte importante para uma direção mais segura.

02 - Aprenda a olhar nos três retrovisores!  -  Um dos acidentes mais comuns é a colisão lateral na hora de manobrar o carro, geralmente para mudanças de faixa, curvas e ré. Muitos são provocados por motoristas que não olham atentamente os retrovisores. Alguns torcem o pescoço, virando o rosto para trás ou para os lados, querendo enxergar, especialmente na marcha ré. Entenda: os ângulos dos retrovisores quando ajustados corretamente, possuem um campo de visualização que abrange toda lateral e traseira do veículo. Você não precisa ser um contorcionista para enxergar os ângulos do carro, comprometendo sua visão da dianteira, basta olhar os retrovisores, além de ser mais confortável e correto, é também mais ágil, pois como sabemos, no trânsito qualquer segundo pode fazer muita diferença. Mas por que muitos não olham? a) aprenderam errado; b) ficaram viciados no erro; c) não desenvolveram confiança nos retrovisores. Geralmente essas pessoas não acreditam que o ângulo mostrado nos retrovisores é preciso. Mas acredite, se você aprender a confiar nos retrovisores poderá fazer manobras milimétricas e de quebra os passageiros vão pensar que você é o "ninja" do volante (rsrs)!

03 - Respeite rigorosamente a distância de segurança! -  Quantas vezes não vemos um carro "cheirando" a traseira do outro mais a frente? Sem dúvidas, esse é o tipo de acidente mais comum no trânsito, a colisão traseira! Isso acontece por dois motivos principais: a) falta de atenção; b) muita proximidade do outro veículo. A distância recomendada é de 15 metros, equivalente a 02 segundos. Na chuva ou em alta velocidade, como numa BR, aumente para 30 ou 50, considerando as condições da pista, visibilidade e eficácia do seu veículo (freios). Na prática você não terá uma fita métrica para medir, certo? Portanto a regra é o bom senso. Quem anda muito próximo, geralmente com o espaço equivalente ao tamanho de um carro (04 metros), não possui tempo suficiente para frear em caso de urgência, pois entre a percepção e reação existe ainda a resposta do carro. Além disso, leve em consideração medidas de segurança. Se num engarrafamento houver assalto, situação de risco, etc. você poderá precisar de espaço para manobrar e se esquivar. Se estiver muito próximo do carro a frente, poderá ficar sem saída.

04 - Escolha a faixa correta e permaneça nela! - Algo inadmissível, porém recorrente, são motoristas que não respeitam os limites da faixa de trânsito. Trafegam no meio, na metade, oscilam entre uma e outra, dificultando a ultrapassagem de outros carros, bem como a visualização da pista. Esses motoristas aumentam os riscos de acidentes e obstruem o trânsito, deixando-o muitas vezes mais lento do que já é! Entenda: Cada faixa corresponde a um limite de velocidade. Se você anda lento, pegue a faixa da direita, assim não irás ATRAPALHAR o tráfego de quem anda mais rápido. Se por outro lado você anda rápido, peque a faixa da esquerda e não faça ultrapassagem pela direita, assim você também não vai ATRAPALHAR os motoristas mais lentos da direita, cortando luz e buzinando para que andem mais rápidos. Outro fator importante é permanecer na faixa durante as curvas!!! Alguns motoristas simplesmente mudam de faixa de acordo com a inclinação da curva, obrigando o veículo ao lado reduzir ou acelerar para evitar uma colisão. Fique atento!

05 - Seja educado(a), não fure fila e peça passagem! - Já presenciei vários casos de xingamentos e colisão no trânsito por motoristas que numa situação de engarrafamento, literalmente "jogam" o carro na frente dos outros, como se todos tivessem a obrigação de lhe dar passagem. Como se só eles tivessem pressa, estresse ou à trabalho. De usuários comuns à motoristas de ônibus e taxistas (especialmente esses últimos), quase todos já fizeram isso. Montar filas duplas é outro prejuízo, pois além de embargar o fluxo do trânsito, aumenta os riscos de colisão. Entenda: não é porque você está dentro de um carro e não conhece o outro que não deve ser tão educado e respeitoso como se estivesse numa fila de supermercado. Se no trânsito, especialmente os conturbados como das grandes cidades, não houver bom senso e civilidade, viveremos num verdadeiro inferno de conflitos diários! A gentileza que você planta, colherá amanhã, acredite! Dê setas, sinalize, peça passagem, saiba esperar, não ameace colidir. Isso vale para os pedestres também. Vejo constantemente pedestres plantados na beira da calçada, as vezes no MEIO da pista (divisória), esperando que um motorista pare e ele possa atravessar. Ora, quanta indiferença, não? Sejamos mais humanos e menos robôs!

06 -  Para usar o celular, seja responsável! - Não sejamos hipócritas, nossa geração e atribuições não admite mais uma pessoa ficar por duas, três ou até quatro horas "preso" num engarrafamento sem utilizar recursos para nos comunicar, resolver situações, trabalhar ou apenas distrair. Por esse motivo não vou lhe dizer para não usar o celular no carro, mas sim para não usar o celular DIRIGINDO. Por incrível que pareça, muitos não conseguem deixar de ver e até digitar mensagens no celular, as do Facebook ou WhatsApp, enquanto estão dirigindo, dividindo atenção com a pista e o aparelho. O número de acidentes provocados por esses motoristas tem aumentado consideravelmente. Além dos acidentes, a lentidão no trânsito é outro prejuízo acarretado por isso. Quantas vezes ao ultrapassar o carro lento da frente, olhando para o lado não vemos o motorista olhando para o celular? Ora, isso é irresponsabilidade e alienação! Espere um semáforo fechado. Espere parar no engarrafamento. Se for urgente, encoste. Para os que precisam atender ligações, existem vários recursos de viva voz para que você mantenha as mãos livres e não precise olhar para o aparelho, são headphones e discadores via Bluetooth, alguns acionados por comando de voz. Os carros mais luxuosos já vem com esse recurso, mas enquanto você não compra um que já venha com isso de fábrica, adquira esses equipamentos.

07 - Não use farol alto em área urbana, na contramão de outro motorista ou atrás dele! - É algo odioso, desrespeitoso,  incômodo e comprometedor. Utilizar o farol alto sabendo que sua luz está ofuscando a visão do outro motorista é um resumo incontestável do seu egoísmo e ignorância! Para piorar, muitos acham pouco a luz convencional e instalam o famoso xênon ou apenas luz super branca. O problema é que a maioria desses não tem o objetivo estético ou de iluminação, apenas, mas de "APARECER", mostrando algo que na "mentalidade de ervilha" deva significar status, superioridade ou "beleza". São esses que ofuscam sua visão na traseira, refletindo a luz no retrovisor, ou na dianteira, vindo na contramão. Além de ser infração de trânsito é um ato desprezível. Tenha educação, utilize suas super luzes no local e situação apropriados, ok?

08 - Motoqueiros, corredor não é autódromo__Nem faixa! - Você está tranquilo trafegando quando subitamente passa "voando" um motoqueiro raspando sua lateral, entre seu carro e outro, este é o caso dos motoqueiros que diariamente arriscam a vida achando que o asfalto é feito de algodão! Basta um simples desvio de buraco, animal ou pedestre para acertar o motoqueiro que vem pelo corredor. Basta um aceno de mão, objeto lançado fora, outro motoqueiro cruzando ou um pneu girado repentinamente para que um motoqueiro apressado se assuste, perca o controle e seja mais um nas estatísticas de traumatologia de um hospital. Amigo motoqueiro, entenda: é perfeitamente compreensível que umas das grandes vantagens da moto é "cortar o trânsito", mas precisa ser imprudente? Mantenha uma velocidade segura, certificando-se de que os motoristas podem lhe ver pelo retrovisor. Você não pode ser um elemento surpresa, mas sim um veículo com seu espaço no trânsito, visível. Por isso também respeite seu corredor e não oscile entre um e outro na frente dos carros acreditando que por ser mais rápido não precisa pedir passagem, caso contrário cedo ou mais tarde sofrerá um acidente.

Em fim, essa foi a minha seleção dos erros mais comuns cometidos no trânsito diariamente. Certamente existem vários outros, tão relevantes quanto esses. Espero que tenha servido como alerta. Se você curtiu, compartilhe e deixe seu comentário abaixo.

Abraço e até a próxima...

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima