Marco Feliciano - Gays de Esquerda e a Política de Repressão!



Estou impressionado nesses últimos dias com a eleição do deputado Marco Feliciano para a presidência da Comissão de Direitos Humanos. Impressionado, não por sua eleição, mas pelo sentimento de "ódio" que vem causando em alguns setores da sociedade, especialmente o ativismo gay. Fico me questionando; o que terá feito de tão odioso esse homem para ser alvo de tantos ataques, em tão pouco tempo?

Ao fazer uma rápida pesquisa, é possível observar uma série de matérias, artigos e vídeos acusando Marco Feliciano de "racismo", "homofobia" e agora "estelionato". O mais interessante é que tais notícias são em sua maioria veiculadas por empresas da Rede Globo, uma parte por grupos de ativistas políticos e outra pela imprensa de modo geral. Ao ler as notícias, vejo nitidamente a diferença na abordagem que cada entidade dá ao assunto. Umas simplesmente noticiam os fatos, procurando dar ao público o conhecimento das diferentes opiniões sobre o assunto. Outras (a maioria) deixam claro seu posicionamento partidário, ao dar ênfase nas acusações ao deputado, sem, contudo, deixar transparente as circunstâncias da situação como um todo. Isto é, o velho joguinho sujo do "fazer parecer" que é...

A polêmica gira em torno de algumas declarações do deputado em redes sociais, comentários feitos acerca do povo afro-descendentes e homossexuais. Não preciso citá-las aqui, uma vez que o leitor já deve conhecer muito bem, haja vista tamanhã ênfase nesses últimos dias. A questão, no entanto, está na interpretação dessas declarações que soam de forma tendenciosa por aqueles que militam em causa própria ou, no mínimo, de outros "partidos". Em primeiro lugar, a interpretação de racismo é contraditória e infundada, claramente motivada por interesse político de difamação, querendo associar a imagem do deputado ao crime de "racismo". O deputado falava de um trecho bíblico do gêneses 9:21-27, no qual declara haver sido um descendente de Noé, Canaã, filho de Cão, por sua vez filho de Noé, amaldiçoado. Veja na passagem:

"E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda.
E viu Cão, o pai de Canaã, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos no lado de fora.
Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai. 

E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera.
E disse: Maldito seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos.
E disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.
Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaã por servo." 

A primeira coisa que observamos é que a maldição não tem haver com a cor da pele. Outra coisa é que os afrodescendentes não descendem de Canaã, pois este povoou a Palestina. Sendo assim, de onde descendem esses povos, segundo a bíblia? De outros dois filhos de Cão, chamados Cuxe e Mizraim, um povoou a Etiópia, o outro o Egito. Mas então, se não foram descendentes de Canaã, por qual motivo o pastor e deputado Marco Feliciano afirmou serem de Canaã, estaria ele errado? O motivo é que existem duas linhas de pensamento/interpretação quanto ao entendimento dessa maldição. Vejamos:

01 - Interpretação - Afirma que os povos amaldiçoados foram, especificamente, os herdeiros de Canaã:

“15 Canaã gerou a Sidom, seu primogênito, e Hete,
16 e ao jebuseu, o amorreu, o girgaseu,
17 o heveu, o arqueu, o sineu,
18 o arvadeu, o zemareu e o hamateu. Depois se espalharam as famílias dos cananeus.
19 Foi o termo dos cananeus desde Sidom, em direção a Gerar, até Gaza; e daí em direção a Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboim, até Lasa.”(Genesis 10-15-19)

02 - Interpretação - Afirma que ao mencionar o termo Canaã, Noé estava fazendo referência à toda descendência de Cão, tendo no filho mais novo (Canaã) uma representação daquilo que havia sido criado por ele (Cão), o que inclui, portanto, Cuxe e Mizraim.

Ao que parece, portanto, Feliciano estava se referindo a essa segunda interpretação. O mais importante aqui amigos leitores, é observarmos que:

a) A bíblia em nenhum momento sugere que a maldição é devido a cor da pele. Ela sugere que é devido ao pecado do filho Cão ter -- visto -- a nudez do pai (diferente de descoberto) e ter dela feito escárnio perante os outros irmãos (os motivos disso ter sido um erro é outro assunto);

b) A maldição recai sobre um -- POVO -- e sua descendência, não tem haver com as características físicas da raça, como alguns querem fazer pensar. A bíblia não dá importância a isso, mas sim as atitudes, comportamentos, moralidade, etc;

c) Finalmente, a que se referiu o pastor e deputado Marco Feliciano, as características da raça, como cor da pele, cabelo, etc, ou a um povo e sua geração? É claro que foi a sua geração. Sua afirmação, portanto, ainda que teologicamente errada na concepção de muitos, não tem absolutamente nada haver com racismo. Ela demonstra, obviamente, uma linha de interpretação -- histórico-teológica -- acerca desses povos.

Como se não bastasse, o deputado posta uma foto com seu padrastro -- negro -- e sua mãe, também -- negra --, deixando evidente a compreensão de que uma pessoa racista jamais aceitaria conviver com tais pessoas, como parece ser até os dias de hoje. Veja a foto abaixo, volto em seguida:


Além dessas acusações, existe a de "homofobia". Essa é a mais típicamente infundada que se pode ter nos dias de hoje, uma vez que a conhecida "militância gay" rotula qualquer tipo de opinião contrária às práticas homossexuais de homofobia, já não é novidade que uma pessoa pública e, além  de deputado, pastor evangélico, venha ser taxado de homofóbico. Discordo completamente dos equivocos desse e de outros "pastores" ao falar, muitas vezes, de modo inapropriado, bem como errado, da homossexualidade. Porém, não posso deixar de respeitar a liberdade que eles, assim como todos, tem de errar e acertar em seus pensamentos, expresando-se as vezes bem ou mal. 

Parte dessa acusação modista, vem da associação na -- condição -- homossexual com raça, como se a homossexualidade fosse igualmente determinada geneticamente como aqueles que nascem negros, brancos, amarelos, etc. Ora, já está mais do que na hora desses "militantes gays" e alguns desinformados aceitarem os inúmeros argumentos e estudos evidenciados dentro da Psiquiatria, Psicologia e Psicanálise de que homoafetividade é comportamento adquirido que pode, ou não, ter início sua construção já na infância, e não uma condição de raça como alguns querem fazer "engolir" (para saber mais sobre alguns desses estudos, clique AQUI!). É por esse motivo, por se tratar de comportamento, que da mesma forma como posso criticar o comportamento de um religioso chamando-o de "alienado", acusar um pastor de "ladrão", xingar um rippie de "vagabundo" ou um roqueiro de "rebelde" sem ser acusado de crime por isso, o Feliciano pode, também, achar "podre" o sentimento homoafetivo, ainda que não seja condizente com a verdade, assim como não possa ser verdade que um religioso seja alienado, rippie vagabundo ou roqueiro um rebelde. São apenas diferenças de opiniões que infelizmente nem todos sabem expressar como deveriam. Preciso traduzir?

A verdade por trás dos fatos

Não estamos falando aqui de religião, teologia ou vida pessoal de Marco Feliciano, seu modo peculiar de pentear o cabelo, vestir-se, pedir ofertas aos membros de sua igreja ou escrever tolices no twitter. Estamos falando de política. Não há outro interesse em acusar tanto esse deputado, senão o que atende a ideologia política de determinados segmentos, especialmente o ativismo gay de esquerda.

A revolta desses ativistas está no fato de uma pessoa que se posiciona contra os interesses liberais, assumir a presidência da Comissão de Direitos Humanos. Por que ele não é favorável aos direitos humanos?  Claro que não, mas sim porque ele é contra o uso irresponsável daqueles que fazem uso da bandeira de direitos humanos uma ferramenta de manipulação social, afim de privilegiar uma parcela da população, menosprezando outras. Em outras palavras, não podemos em detrimento das minorias desconsiderar a maioria, pois desse modo estaremos cometendo os mesmos erros daqueles que fizeram uso de privilégios para excluir os demais. Não seria isso o que vinha acontecendo na CDH? Responsa por sí.

Não estou isentando Feliciano de culpa, no que diz respeito a forma inadequada de se expressar. Estou sim afirmando que suas convicções pessoais, especialmente enquanto religioso, não tem absolutamente nada com sua atuação política. As acusações que lhes são atribuídas devem ser provadas na esfera política antes de qualquer inviabilidade partidária. Qualquer julgamento que anteceda a isso, é ideológico,  e deve, portanto, ser debatido ideológicamente nos espaços e momentos apropriados, para que de forma democrática as pessoas possam eleger seus candidatos livremente. Não me parece ter havido qualquer engodo no processo de eleição de Feliciano a Deputado (mais de 200.000,00 votos), nem a presidência da CDH.

 A contrariedade de uma minoria que faz uso de joguinhos midiáticos, caluniosos e chantagiosos contra um parlamentar eleito pela democracia, só comprova ainda mais que a intolerância e exclusão pode sim, vir também das minorias!



A intolerância ao ser humano se manifesta na palavras de ódio, xingamentos e ameaças. Não há qualquer compatibilidade entre esses que dizem defender os direitos dos homossexuais, negros, indígenas, prostitutas, etc. com as atitudes de calúnia, manipulação de informações e alienação social. A mídia "comprada" pelos interesses de uma parcela, vem demonstrando claramente que não podemos confiar em suas informações. É necessário investigar em diferentes fontes, sempre e ao máximo, pois a facilidade de distorcer os fatos, induzindo a população a se constranger e manifestar-se contra particularidades de um ser humano, suas concepções e crenças pelo livre direito de ser, não determinam a capacidade que este mesmo ser humano tem de traduzir suas ações em políticas sérias e justas para a população. Estas últimas, só poderemos julgar depois que postas em práticas ou, no mínimo, sugeridas em projetos públicos, e mesmo assim, se contrariadas, devem o ser de modo democrátido, transparente e honesto. 

Abraço e até a próxima...
E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda.

E viu Cão, o pai de Canaã, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos no lado de fora.

Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai.

E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera.

E disse: Maldito seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos.

E disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.

Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.
Gênesis 9:21-27
E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda.

E viu Cão, o pai de Canaã, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos no lado de fora.

Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai.

E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera.

E disse: Maldito seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos.

E disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.

Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.
Gênesis 9:21-27
E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda.

E viu Cão, o pai de Canaã, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos no lado de fora.

Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai.

E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera.

E disse: Maldito seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos.

E disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.

Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.
Gênesis 9:21-27
E bebeu do vinho, e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda.

E viu Cão, o pai de Canaã, a nudez do seu pai, e fê-lo saber a ambos seus irmãos no lado de fora.

Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai.

E despertou Noé do seu vinho, e soube o que seu filho menor lhe fizera.

E disse: Maldito seja Canaã; servo dos servos seja aos seus irmãos.

E disse: Bendito seja o SENHOR Deus de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.

Alargue Deus a Jafé, e habite nas tendas de Sem; e seja-lhe Canaã por servo.
Gênesis 9:21-27

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima