Comportamento do Consumidor e os Fatores de Influência

((•)) Ouça este post




Minha intenção é deixar evidente uma abordagem do fator comportamental do consumidor, procurando apontar elementos que valorizam e influenciam diretamente no interesse de consumo dos mesmos, mostrando que esta é uma preocupação que vem sendo cada vez mais difundida entre os profissionais de Marketing e Administração por ter, assim, meios de atingir a determinado segmento de modo mais preciso e, conseqüentemente, com melhores resultados.

Considerando as características peculiares de cada segmento/indivíduo, podemos fazer uma explanação do que alguns autores chamam de “varáveis” dos fatores que influenciam o comportamento do consumidor, as quais podem ser utilizadas como ferramentas estratégicas na elaboração de métodos de incentivo e fidelização dos clientes.

As Variantes de Influência no Comportamento do Consumidor
 - Grande parte das literaturas especializadas, apontam a cultura como uma variante considerável na identificação e assimilação do cliente com o objeto/produto, sendo, portanto, imprescindível ao profissional de Marketing e Administração pensar nas formas de integração do seu plano estratégico ao meio cultural que pretende atingir. Vemos isso claramente na adaptação de roteiro, e imagem, que muitas empresas fazem ao anunciar seus produtos em diferentes regiões do Brasil, citando como exemplo, a SKOL e a TIM.

 - Como variante social, podemos observar um entendimento onde há diferentes níveis de influência, as quais são determinadas pela aproximação e idealização do sujeito. Amigos e familiares, mais próximos, detém maior influência, sendo, portanto, o ponto de referência mais próximo do sujeito. No entanto, este indivíduo ainda está sob influência de grupos mais distantes, tais como organizações religiosas e culturais que possui algum grau de identificação. A intenção então é reforçar a atenção que o profissional deve ter na hora de criar estratégias de mercado, às referências de formação do sujeito, pois a maneira que o mercado tem de absorver uma nova proposta de consumo, depende, e muito, das referências que lhe cercam.

Estas são observações baseadas no cliente, suas necessidades e, principalmente, expectativas. Para tal, é preciso desenvolver na empresa estratégias de aproximação, valorizando a relação cliente-empresa, para tê-lo como um mediador dos seus interesses e as metas da empresa. É o cliente a "chave" que deve ter a empresa para abrir as portas do entendimento de suas necessidades mais sensíveis para seu desenvolvimento. As variáves, portanto, são apenas ferramentas que oferecem ao empresário uma luz sobre seu plano estratégico. Luz esta, que sem a qual, correrá o risco de caminhar no escuro, estando fadado à cair no buraco...

Abraço e até a próxima...

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

/
2leep.com