UM POUCO MELHOR A CADA DIA


Alheios aos fatos, somos guiados pelo vento de nossas próprias cobiças. Uns para atender a vaidade do ego, outros para ter ego. Buscando em nossos dias alegrias capazes de atribuir sentido a vida que passa. Alguns carregados pelo tempo, outros fingindo carregá-lo.

Neste ano aprendi que de nada adianta olhar para os lados quando não for para estender a mão ao que precisa. Que olhar para trás também é válido, quando para ver o que de ruim passou e foi superado pela certeza de um futuro melhor.

Neste ano percebi que tenho a opção de não estar alheio aos fatos. Que o tempo passa, não para nos mostrar que ficamos mais velhos, mas para dizer que a cada dia existe um novo recomeço, e eu sou quem decido como começar.

Como será o ano que vem? Melhor que este, depende de mim, se me deixo levar alheio ao fato que nasci com um propósito, de ser... humano, ou não! Posso ser mais um que soltará fogos e fará promessas, sentirá emoções e no final cairá bêbado na beira da calçada. Mas o que isso faz de mim?

Pensei comigo e cheguei a conclusão, não quero fazer promessas, nem sonhos, quero ter apenas a capacidade de desejar ser um alguém melhor a cada manhã, e assim, talvez, quem sabe, um dia poderei fazer planos muito além das minhas cobiças.

Abraço e até a próxima...

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima