JORNALISMO VERDADE. VERDADE DE QUEM?


Tendencialismo, manipulação, indução de interesses, chantagem informativa, seriam esses elementos dos meios de comunicação ou será que podemos ainda acreditar num jornalismo verdade, imparcial no quesito informação?

Deixar transparecer interesses pessoais num conteúdo que deveria informar o todo das partes de uma notícia é reduzir esta notícia a falsas verdades. Sim, pois uma coisa é transmitir um acontecimento, outra é interpretá-lo, transformando essa interpretação no conteúdo do acontecimento, como se o próprio acontecimento não falasse por si mesmo na visão de quem o recebe.


Ora, dirá alguém, mas o conteúdo da informação não necessita de ser interpretado? Como passar uma notícia sem que antes eu possa traduzi-la em meu próprio entendimento? A maneira que tem o jornalista de transmitir informação é dando ao seu ouvinte ou telespectador ACESSO a esta informação na forma como ela é, e permanece, cabendo ao povo as muitas interpretações do seu conteúdo. Mas nem sempre é isso o que acontece. Muitas vezes já recebemos o conteúdo de uma notícia interpretado pelas intenções de quem a transmite, empresas ou pessoas.

Não é um jornalismo imparcial que vemos e ouvimos nas grandes emissoras de televisão e rádio. Infelizmente o que vemos são um amontoado de interesses que utilizam a ferramenta jornalística para induzir opinião e comportamento as maiorias.

Tragédia ainda maior é notar um povo que de tão cauterizada sua consciência por anos de alienação, pouco se incomoda, de olhos fitos na imaginação contraditória da realidade que tantos dizem imitar a vida, estabelecem para si uma conduta vazia de critérios que possam, no mínimo, lhes atribuir opinião própria.

Fico pensando; até que ponto o que julgamos saber, pensar e formar conceitos não passa de um mero reflexo das sombras alheias? Essa é uma questão que todos precisam avaliar por si mesmo. Talvez esse texto seja apenas mais um com uma ideia pronta, e você, também mais um “telespectador” alheio a verdade dos fatos...

Abraço e até a próxima...

COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima