QUAL É O VALOR DO SEU TRABALHO?

Na prática seu trabalho vale o quanto você ganha de salário no final do mês. Fato, porém, é que na maioria das vezes isso não é verdade. Desempenhamos um papel cujo seu real valor não é reconhecido. O que fazer, será possível mudar isso?

O valor do seu trabalho começa pelo quanto você mesmo(a) espera ser reconhecido por isso. Não se trata de valor financeiro apenas, mas de colocação, atribuições, responsabilidades, que devem apontar o quanto você é, ou não, importante para tal função. Isso depende também de sua postura, em como você se empenha para dar à sua função o tão merecido reconhecimento. Aqui já envolve questões éticas, habilidades e características de personalidades de cada indivíduo.  Precisamos estar muito bem cientes dessas variantes para entender o fator: VALOR DO MEU TRABALHO VS MEU COMPORTAMENTO.

Levando nossa reflexão por outro lado, a realidade é que o valor do seu trabalho é o custo de seus objetivos... Sim, claro! O reconhecimento e merecimento do seu esforço nunca será o que os outros estão dispostos à pagar, pois o que eles pagam, será sempre – o que eles se dispõem a pagar – O real valor do seu trabalho será, sempre, o que você é capaz de fazer por você mesmo... Mas, será que o valor que você da ao seu trabalho é suficiente para fazê-lo encarar mudanças em prol de si mesmo? Se sim, então lhe aconselho a não deixar de ler esse outro texto:


COMPARTILHAR

Edição:

Somos uma mídia independente, oferecendo conteúdo com perspectiva cristã através de comentários sobre notícias do Brasil e do mundo. Para apoiar, compartilhe nossos textos e curta a página no Facebook.

Anterior
Proxima